Hoje

Hoje é daqueles dias que eu acordo com vontade de escrever um poema. Nem todos os dias são assim, mas quando você acorda assim, você sabe que tem uma mágica universal misteriosa se operando dentro de sua alma... com contornos de nuvens oníricas. Com uma alegria indescritível em palavras. Eu gosto desses dias.

Eu gosto de quando alcanço essa leveza sem me apoiar nas palavras de alguém. Gosto dessas manhãs de inverno, com céu azul e sol quente que te envolvem como um abraço gostoso. Gosto dessa alegria desmedida que, com essa imensa alegria, me faz pensar no passado não como um refúgio de tristeza, mas como um livro que gosto de reler.

Eu estava buscando esse 'estar' que hoje me define. Essa coisa de olhar para todas as pessoas que conheci e conheço com uma compreensão sem limites. Ninguém é melhor que ninguém. Todos merecem uma segunda chance, mesmo que a princípio não pareça. Todos te amam incondicionalmente, mesmo que apenas percebam isso tarde demais.

Hoje é um daqueles dias em que gostaria de reunir todas, eu disse TODAS, as pessoas que conheci em minha vida e que me fizeram sorrir. Queria fazer um almoço orgânico, com plantinhas do meu quintal, plantadas por mim. Uma mesa gigante, farta. Isabella Taviani, Bon Jovi e Melissa Etheridge tocando ao fundo (hehehe). Celebrar a vida como a dádiva única que ela é. Compartilhar energias boas de amor, amizade, alegria e esperança. Seria uma reunião maravilhosa...

Não posso fazer isso agora. Mas tenham certeza de que sob este céu azul esplêndido, com nuvens passeando suavemente, eu estive com todos vocês. Eu abracei todos vocês. Nos lembramos de tudo e reiteramos nossos laços de amor. Sabemos que, um dia, outra vez, nos reuniremos de novo.


Para todos os meus amigos virtuais, conhecidos e desconhecidos, que leem este blogue, fica o meu mais caloroso abraço... obrigada por lerem este canto, diariamente, semanalmente, ocasionalmente! Que este dia seja especial para você como está sendo para mim!!!