Consciência holística - 1



Neste fim de semana, assisti a um filme chamado The eleventh hour. Mais incisivo e espiritualista, trabalha com o outro apelo, no extremo oposto de An inconvenient truth. Ambos apenas objetivam uma coisa: se não cuidarmos de nosso planeta Terra, o ser humano pode se auto-extinguir.

Isso não é ridículo???

Temos todas as ferramentas para não deixar isso acontecer. Mas a grande questão, como é dito no A última hora (como ficou no Brasil) é: nossa cultura está alcançando o auge de sua degradação. O auge da banalização, da ignorância, do egoísmo. Tudo começa com a atitude do nosso dia a dia. Com a postura que temos em casa, no trabalho, na rua. E isso se expande para os bairros, cidades, governantes e países. E imprensa que deveria noticiar outra coisa que não apenas espalhar a desgraça humana. Vamos morrer de uma maneira muito pior (como o sapo fervendo dentro de uma panela que não sabe que está fervendo - isso aparece no Uma verdade inconveniente [como ficou no Brasil]) e preferimos acompanhar a desgraça dos outros, como se ela nunca fosse nos atingir. Estamos no meio do olho do furacão e não queremos ver isso!!!

Muito mais do que blá-blá-blá natureba do qual eu poderia ser acusada, está a básica observação: o mundo ao nosso redor está caótico. Cada vez mais e de todas as formas possíveis. Enchentes, catástrofes naturais, violência, desrespeito, comida envenenada, televisão cada vez mais geradora de zumbis apáticos. Estamos à beira do caos. E é mais do que chegada a hora de escolher.

Sites selecionados para quem quiser saber mais sobre o assunto. Dói. Mas é a verdade que, se não assumirmos, será nossa algoz.

http://wip.warnerbros.com/11thhour/
http://www.climatecrisis.net/

***

E, por coincidência (mesmo sabendo que não há coincidências nesta vida), abri o site da Folha e encontrei esta notícia sobre o excelente autor de A viagem de Chihiro e O castelo animado: Hayao Miyazaki. Vou comprar este livro. E indico, mesmo antes de lê-lo.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u542619.shtml

6 comentários:

Crisão disse...

http://www.lojaconrad.com.br/produto.asp?id=1318

Jana disse...

A partir do momento que o ser humano descobre que a sua finalidade no planeta não é apenas consumir, procriar, acumular bens materiais e depois morrer já é um grande passo para ele iniciar - digo INICIAR! - um caminho REAL, dentro da finalidade de sua existência,do contrário seremos apenas o virus que consome todos os recursos naturais (enquanto esses existirem),confirmando a opnião do agente smith em matrix, sobre o comportamento do ser humano.

Pena que esse tema não interesse a ninguém, a não ser para pinceladas artificiais, se a humanidade não acordar agora, certamente será tarde, aliás...já é tarde!

Bjs para a japa mais fôfa do mundo!

Crisão disse...

Para ilustrar o meu post: http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u542666.shtml

Crisão disse...

É hora da escolha! belo comentário, Ginger.

Crisão disse...

É sério!!!
http://www.umanovaera.com/Uma_Nova_Era/Inversao_dos_Polos.htm

aline naomi disse...

É por isso que já não sei se quero ter filhos!
Me dá um pavor de pensar que o mundo em breve será como no filme de ficção científica "O mundo em 2020" (mundo superpovoado, a maioria não tem lugar pra morar nem o que comer, o governo dá umas bolachinhas feitas de cadáveres para que as pessoas não morram de fome).
Vou ver os dois filmes assim que der. E também vou ver se leio o livro do Miyazaki (Miyazaki rocks!).

Infelizmente, acho que a humanidade já não tem mais solução (por mais otimista que eu seja, não tem como acreditar que o processo talvez, quem sabe, um dia, vai se reverter)...