Princesas e Misses neste nosso mundo de hoje



De volta!

Após um longo feriado, bem vivido, bem descansado e totalmente merecido, em que fiquei de barriga pra cima (literalmente), junto duas notícias. Uma que vi ontem à noite e outra que vi agorinha.

A de ontem dizia sobre a Miss Califórnia que perdeu o concurso de Miss EUA por conta de sua declaração sincera por ser contra o casamento gay.


http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1092791-5602,00.html

http://www.youtube.com/watch?v=8XMvviFbkf0


A outra dizia sobre o fato de a Disney lançar uma animação que conta com uma princesa negra no papel principal, sem que ela tivesse sido uma serviçal de alguma branca qualquer.


http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u554385.shtml



***

Ler as duas matérias me pôs à reflexão. Não muito profunda nem muito filosófica, tô voltando de feriado e nem quero gastar meus neurônios agora.

1-) Parece puro merchandising criar uma heroína negra. Mas, antes tarde do que nunca. Antes de qualquer crítica maior, vamos ver o resultado final.

2-) A loirinha poderia ser tachada de sincera demais ou idiota demais. Confesso que fiquei na dúvida!

3-) O casal Obama está em tudo quanto é noticiário, Obama agora defende a causa gay (politicagem, mas muito bem vinda!) e a mocinha loira disse o que disse. Será que ela tem algum parentesco com a Klu Klux Klan?

4-) A mocinha loira está sendo crucificada internet afora, mas ela representa o pensamento de muita gente por aí.


Três vivas ao mundo nosso hipócrito de cada dia.

Um comentário:

aline naomi disse...

Comentando só agora o post, porque só agora abri os links: eu admiro a posição da Miss Califórnia!
Talvez por eu ser "não sei se sincera demais ou idiota demais" me identifique. Ela poderia dizer que o casamento gay é lindo só pra ficar com a coroa, mas assumiu o que ela pensava - é preciso coragem pra fazer isso. Mesmo que eu me ferre depois, também prefiro dizer a verdade e/ou não omitir fatos que me façam sentir desonesta comigo mesma e, pior, com outras pessoas.

E viva a Obamania! Princesa negra e tudo, olha só! Outro dia entrei em um site não sei qual e vi um livro de recortes da família Obama (pode?!?!) - como se fossem personagens, que você recorta e brinca.