Album signing com Zélia Duncan

Como prometido a mim mesma, eu e minha sis fomos ontem ao lançamento do novo cd da Zélia Duncan Pelo sabor do gesto. Com um pouco menos de pontualidade do que eu queria, cheguei na Livraria Cultura às 18h45. Considerando que saí do Alto da Lapa às 18h00, cheguei cedo. Encontrei com minha irmã e ficamos na fila esperando. Exatamente às 20h40, fomos atendidas por uma graciosa Zélia Duncan de chapéu, uma camiseta com a frase "It's never done" e simpaticíssima com cada uma das pessoas que estavam na fila (não foram muitas, calculo umas 300). Claro que até lá, eu fiquei observando as pessoas, a quantidade sempre admirável de sapatas e casais de sapatas -- umas disfarçadas, outras descaradas --, o que sempre me faz pôr em prática meu lado antropóloga-Crisão que quem me conhece, sabe como é sagaz e ligeiramente maldoso.

Enfim... quando chegou a nossa vez, eu estava ansiosa! Fui uma única vez ao show da Zélia há muitos anos atrás! Imagina. Abriu um clarão e eu entrei com os braços abertos (como se estivesse revendo a minha melhor amiga) e fui correndo abraçá-la. Enquanto a abracava, disse: "É um prazer poder te conhecer pessoalmente!". Ne
m lembrei da minha irmã. Achei estranho, mas achei que ela estivesse de lado, olhando, já que disse a ela que eu seria bem sagitariana. Ela falou que estava meio tímida (bem canceriana...). Disse para ela "deixe de ser boba, isso não é hora de ser tímida!". Enfim.

Peguei o encarte com a página devidamente escolhida e entreguei a ela. Perguntei se eram dela as belíssimas aquarelas que compunham o encarte todo. "Não... são de Brígida Baltar", respondeu ela sorrindo aquele sorrisão só dela.

Nisso (finalmente!) me toquei que minha irmã tava longe! Chamei ela! "Vem aqui!!!". E disse para a Zélia "Esta é minha irmã!" E ela respondeu: "Irmã tímida!" Enquanto isso, minha câmera, nas mãos de uma loira, apenas esperava a hora de bater a foto das três. Aliás, foi essa mesma loira que impediu a entrada de minha irmã que, educada e tímida, nem repeliu a loira. Ah se fosse comigo...

Minha irmã se aprochegou, abraçou a Zélia com bem menos efusão que eu. Aí fomos para o autógrafo: Cris e Tati. Eu fiquei vendo ela escreve
r. Nos arrumamos pra foto. RÁ: pus a mão na coxa dela, para me apoiar. Não tinha como evitar, né???.... Ao final, eu disse a Zélia: "E vc vai fazer um reality show igual à Isabella Taviani?" Ela deu uma sonora gargalhada e respondeu: "Nãooo só a Isabella mesmo!!" Eu respondi: "Eu vi o vídeo seu e da Isabella e adorei!!" Ela deu outra gargalhada e ela disse "A Isabella é louca!". Rimos e fomos, eu minha sis.

Foi fantástico, mas não tinha como não falar desse vídeo. As duas juntas são muito engraçadas.

Voltei para casa andando nas nuvens. Nessas horas penso que temos de valorizar nossos artistas -- os brasileiros que estão aqui -- pois eles podem realizar aquele sonho de fã de abraçar, rir e chorar. Nada contra os gringos (praticamente inalcançáveis), mas nenhum deles me deu as alegrias que Ana Carolina, Isabella Taviani e Zélia Duncan me proporcionaram até agora.

BTW, ainda tô ouvindo o CD. Uma graça... doce, leve.

6 comentários:

Jana disse...

Parabéns pela foto, muito bacana a simpatia e a simplicidade da zélia \☺/

aline naomi disse...

Que inveja! Você abraçou e tirou foto com a Zélia!! =D

O barato de Sampa disse...

Cris,tb fui lá!Fiquei com duas amigas do lado tirando umas fotinhas. A fila estava imensa mesmo parecia balada gay p/ meninas.Reconheci umas 3 pelo menos..rs! Ela é bem simpática mesmo.Ah,vi o vídeo e achei a Isabella bonita e, olha (pra sua raiva...rs)qdo a vi na baladinha não achei tanto.Achei bem bonita neste vídeo.

Crisão disse...

V., não te vi!
Aline: perdeu, garota, perdeu... eu avisei! :-P
A Zélia é fofíssima!

Alzira disse...

adorando o cd aqui... putz, queria ter ido no dia, droga.
acho que é o melhor cd dela que eu já ouvi.
beijo!

Crisão disse...

Carol: eu ainda gosto do Acesso, meu primeiro cd dela. Mas este é tão doce...