Aniversário, amigos e as últimas reflexões

Dia 18 de julho foi meu aniversário. Não um aniversário comum -- mas especial -- porque também era a minha despedida: agora sou moradora da Cidade Maravilhosa.

Estes dias, devo confessar, têm sido bem estranhos. Estranhos porque o inferno astral sempre produz essas sensações. Estranhos porque a vida é nova, a estrada a seguir é inédita. Um friozinho na barriga é uma consequência inevitável e uma sensação indescritível.

Primeiro, vamos falar do niver: muita gente esteve presente, muita gente não pôde vir. Muita gente se manifestou e muita gente nada disse. Algumas pessoas disseram que viriam (como a Gabitchs, por exemplo) e não vieram. Qual o meu balanço? Que no final, os mesmos e fiéis escudeiros de sempre estiveram lá. O que dizer dos que não estiveram lá... talvez coisas da vida, talvez seleção natural da vida. Sei lá. Fato é que não me importei, apenas tentei aproveitar ao máximo, mesmo estando extremamente aérea, agitada e desligada.

Megão (e amiga), Nilce e Daniel, Regiane (e amiga), Gustavo, Claudia (e irmão), Lilian, Walter e Deborah, Eli Usui, Priscila e Alberto, Poliana e Rafael, Vilma e Shar, Fabiana e Mariel, Fabiane Lopes (não errei o nome!): obrigada a cada um de vocês pela presença, pelos presentes, pelas horas compartilhadas, pelas risadas.

Miguelson, Cachinhos, Glória, Roberta Kelly, Flor, Jussi, Carla Piolla, Cris Barufi, Quel, Bruno, Afrodite, Mirtes: obrigada pelas lembranças por outros meios de comunicação! Responderei com calma a cada um de vocês assim que a internet de 5 megas estiver instalada em minha residência.

Hoje está um dia tipicamente paulistano aqui no Rio de Janeiro: nublado, frio, com muito vento e quase uma garoa. Uma belíssima recepção para a paulistana aqui. Guardarei com muito carinho as lembranças dos últimos dias. E rumo adiante, vivendo um dia de cada vez, intensamente como se fosse o último!

4 comentários:

Elaine disse...

Bom dia Cris,
Me perdoe o atraso, mas Feliz Aniversáro. Infelizmente não pude ir a sua festa, mas meu pensamento estava lá, o Marco também ficou chateado por não irmos.
Mas gostaria de te desejar toda feliciade do mundo, pois vc merece, fico muito feliz por ter te conhecido, vc é uma pessoa muito especial e tem um coração enorme.
Fiquei triste por não ter me despedido de vc e com uma inveja( rsrsrs) bem grande de vc ir morar na Cidade Maravilhosa, rsrsrsrs....
É um lugar muito especial e que só recebe pessoas especiais e vc é esta pessoa especial (continue assim como vc é, não mude nadinha).
Que Deus te ilumine e de toda a felicidade que vc merece.
Beijos meus e do Marco.

Títi disse...

vou no próximooooo! bjos

Crisão disse...

Elaine, obrigada pelo comentário... responderei seu email com calma!!!

Títi: falou tanto!... hunf

Lilian disse...

:D