Black Swan

Antes de mais nada, "swan" é uma das palavras que mais gosto em inglês... gosto da sua sonoridade e do seu sentido! Lembro de alguma música do Nightwish que tinha swan, mas não consigo dizer qual é agora...

Bem (via Rede Lésbica Blog) vi umas imagens do novo filme do Darren Aronofsky. Confesso que entrei em êxtase. Explico.

Primeiro: Darren Aronofsky fez um dos meus filmes top 10 de todos os tempos: Requiem for a dream. Filme que eu eternamente venerarei, como uma das obras-primas mais completas (em um só filme) que um cineasta poderia fazer!

Segundo: recentemente falei de mulheres bonitas por aqui. E incluía Natalie Portman nessa lista (na segunda, mas incluía!).

Terceiro: faz um tempinho que incluir cenas de sexo entre duas mulheres tornou-se um chamariz para propaganda de filmes. Claro que nem todos fazem isso com qualidade e sensibilidade. E também admito que não gosto muito da ideia de associar um filme apenas a isso. Enfim... Natalie afirmou que há uma cena forte. Considerando Aronofsky, acredito.

Tudo bem também que Aronofsky decepcionou em Fonte da Vida. Nem Rachel Weisz e Hugh Jackman dão conta. O filme tem uma concepção linda, mas se perde demais, na minha opinião. Fiquei pensando o que se passava na cabeça dele, que acho que tentou engrandecer o filme devido ao fato de estar em Hollywood e esqueceu que um ótimo cineasta não é feito de dinheiro.

Estou ansiosa pelo filme. Algo me diz que, ao abandonar efeitos especiais, ele vai achar o caminho outra vez, como foi no início de sua carreira. E Natalie Portman é uma atriz que sempre vale assistir em todos os filmes que estiver contracenando!

Nenhum comentário: