Vida virtual e relacionamentos humanos entre mulheres

O post de ontem rendeu ZERO coments no blogue mas conversas interessantes na tangente da blogosfera. E diante do que me foi colocado, acho que vale um pequeno adendo aqui.

Eu costumo classificar certas coisas como pura forma de organização mental (e mania minha). Pra mim, a fórmula: mulheres + internet + grupo = encrenca. Por que? Porque sim, por conclusão puramente empírica.

E eu não falo essas coisas porque estou zicando ou emanando energias negativas. Longe de mim querer fazer isso. Mas prever que haverá "problemas de relacionamento" é quase tão óbvio quanto prever chuva depois que o galo do tempo ficou rosa.

As mulheres têm uma coisa mimimi muito forte. Culpa dos hormônios ou da evolução cultural, sei lá, o fato é que quando você uma mulher "naqueles dias" (que não precisam ser de tpm, necessariamente) tudo vira motivo pra DR. Tudo é interpretado de inúmeras formas e nada do que você faça será o que ela queria ouvir. Hey: isso vale pra namoro E amizade. Sim, pasmem. Amizade também.

Pessoas que falam muito agem pouco, diz a sabedoria popular. Talvez fosse o caso de abrir uma exceção para as mulheres que falam muito, porque as encontramos em várias esferas de nossa vida, pessoal e geral, e sempre ficamos sem saber o que fazer, porque essas mulheres além de falar e falar, fazem e fazem tudo na mesma quantidade em que falam. Minha primeira pergunta mental é: por que ela (elas) é (são) assim?

Julgar é um dos grandes defeitos do ser humano. Eu falo com a mão na consciência de quem adora julgar e que já fez muitas coisas feias em nome do "meu próprio julgamento". Porque julgamos pensando que nosso conceito pessoal de certo e errado podem nortear a vida de todo mundo. Não. Nosso conceito pessoal MAL norteia a nossa própria vida, quanto mais a de alguém.

Isso não nos dá o direito de ficar "ajudando" outras pessoas porque julgamos que ela precisa de ajuda. Muitas vezes, um pedido explícito de ajuda não é um pedido de ajuda. Saca só? Dureza conviver com seres humanos, em especial, as mulheres.

Talvez esteja aí a vantagem de ser lésbica. Talvez. Porque como disse no post de ontem, as mulheres parecem ter a sensibilidade de captar todas essas nuances. Parecem não quer dizer que é isso de fato o que acontece.

Vou fazer aqui uma confissão: adoro as mulheres! É quase uma relação de amor-ódio! (hahahaha) Ao mesmo tempo que quero distância das neuróticas, gosto de tentar entender porque elas são assim, quando poderiam ser muito mais. Não compreendo. Mas achei alguns caminhos para andar sobre as brasas quando se trata de falar do sexo feminino! (mais hahaha)

Pra terminar: acho que na vida real (como na virtual) quem muito quer ajudar é o que mais precisa de ajuda. É o carente gritando com o disfarce de filantropia que quer atenção. De acordo? Assim, quando vejo essas figuras falando, falando e falando como tagarelas, seja pra vociferar seja pra apenas falar... desconfio. Mas como também já disse, posso estar errada em tudo o que acabei de dizer, porque passei essas infos sob o filtro do meu julgamento pessoal. Acho que ao menos como minha opinião pode valer, né?

ps: este post é em homenagem especial à amiga Cris Barufi (melhor dizer que é amiga, já que ela é comprometida e eu tenho o meu amor também). Tudo vale a pena quando a alma não é pequena. Continue sendo grandiosa!

7 comentários:

Cris disse...

Olha meu nominho aí Denovu!

Gosto do seu jeito de escrever, viu, qndo reencarnar, quero vim com esse dom!

"quem muito quer ajudar é o que mais precisa de ajuda. É o carente gritando com o disfarce de filantropia que quer atenção. De acordo?"

TOTALMENTE

Anônimo disse...

Infelizmente tem briga em grupos de mulheres por uma única e exclusiva (ou não tão exclusiva assim) razão: inveja!
Inveja daquela que recebe mais atenção, daquela que é mais legal, daquela que todos solicitam, daquela que sempre está ali para ajudar com tudo e à todos!
Com isso aquela que queria ser "aquela" que está recebendo toooodas as atenções não consegue receber nada pq é vazia, pq é chata, pq é fútil, pq acha que pode comprar todo mundo, pq se sente "a perseguida" e ainda por cima é invasiva... qdo ela não consegue nada começa a fazer intriga, todos se afastam e ela elege um Cristo para culpar (não enxerga que as pessoas só se afastam de quem é chato e fica se fazendo de coitadinho) infelizmente e geralmente essa sempre é aquela que está com as atenções viradas para ela, mas o bom é que nada consegue atingir pq ela é iluminada por DEUS e tem TOOOODAS as outras do grupo para apoiá-la mesmo que uma ou outra ainda consiga ficar a favor da "perseguida vitima" a maioria sempre vai "vencer".
E viva a união e a força que o bem e o amor no coração e ao próximo sempre tem!!!

Anônimo disse...

Primeira vez, que passo por aqui e ja gostei, pessoas são confusas mulheres, são complexas, mas é isso que as fazem tão especiais e intensas : )

Ps: mulher com essência de mulher, sabor da vida !

su_fisica disse...

Só para constar o comentário acima é meu rs

Crisão disse...

Obrigada, Su, anônimo e Xará... tô aí, tentando resolver alguns mistérios... com o máximo de justiça possível! beijos!

Michelle Marteleto disse...

Sim, mulheres são confusas, sangue quente, puro hormônio!! Mas é o que sempre digo: Não espere algo verdadeiro de quem vc conhece na net.. Primeiro: Aqui a pessoa nunca é o que é, realmente, mesmo que ela queira, é mto difícil se expressar verdadeiramente, a interpretação da escrita é de quem lê e não de quem escreve. Segundo: as pessoas aqui só querem saber de farra, zoar no que os outros escrevem, julgar, palpitar nos comentários alheios, não levam nada a sério.. post algo triste por uma semana e veja se vão continuar te respondendo? Vão te achar chata, sem graça..! A anônima acima por ex.. fala de inveja, perseguição mas o que ela mostra aqui não é exatamente isso? Ela não acabou de julgar? Perseguir uma pessoa? E será que ela interpreta o certo? Por isso digo: Usem a net, se divirtam, respeite a liberdade de cada um de falar o que quiser!! Estamos aqui para compartilhar e nos distrair.. !! :)

Regiane Figueiredo. disse...

Bom, achei o post muito interessante, apesar de ñ ter gostado muito do comentário da anônima, já que sei de quem é.
Qdo alguém me liga pra me falar, nesse caso foi postado até no facebook e eu ñ sou a única q percebo qdo algo é p mim, penso bem antes de ler. Porque ñ quero me fazer de coitadinha não. Realmente qdo temos nossos problemas a gente fica mais sensivel e desabafa um pouco. Mas se ñ foi depois disso, o que explica então a forma que eu era tratada antes? Porque era mto bem tratada. Se tivesse que pegar alguém de "cristo" não seria a Cris(nunca).Sempre conversamos muito e tentei lembrá-la disso. Aliás, acho q lembrei.
Olha Cris, nem sei pq estou postando aqui, no seu blog, e ñ é me fazer de coitadinha dizer q sei q ñ sou bem vinda, isso é fato! Mas espero que nessa sua tentativa de descoberta de mistérios, vc realmente enxergue com justiça, pois vc msm já desabafou algumas chateaçãoes(POR DM)e eu respeitei. Ñ sei se vc se lembra, mas eu fui umas das q ficou do seu lado fazendo auê p ela voltar p twitter e eqto isso, falava c ela no msn. Bom... Só te desejo muita paz... e tagarela eu sou desde q eu nasci. Ah, sobre querer comprar, isso se refere a vez q ofereci de pagar a passagem pra uma amiga que disse estar sem $ vir passear aqui? Se eu posso e tenho, ñ vejo mal em oferecer. Mas se a pessoa sente que isso é uma oferta, deve estar na índole dela. Pq isso é algo que nunca cobro! Será você pode deixar esse assunto de lado. Pq eu em momento algum tratei nenhuma de vcs mal, com exceção de uma, q me deu motivos. Então, quem está sendo pêga de "cristo" na verdade??
"Anônima, eu discordo q a maioria vence... Mesmo porquê, não estou em uma disputa! Mas pela sua pouca idade, talvez você ainda se sinta assim!