Capítulo 4.1 - Ilha Grande (RJ)

Novembro de 2010. A despeito de toda a correria que minha vida estava, eu e meu amor fizemos uma pausa para as suas férias. Destino? Ilha Grande, Rio de Janeiro.

Se você olhar no mapa, Ilha Grande (que é mesmo uma ilha... grande!) faz parte da cidade de Angra dos Reis. Eu não me lembro de ter estado em outra ilha que não fosse o Japão. Mas ao contrário do país, Ilha Grande realmente está isolada de tudo e conta com uma infraestrutura simples... como a de uma cidade do interior.

O principal acesso são as barcas, vindas principalmente de Mangaratiba. Aliás, foi por essa via de acesso que nós viemos. Se um dia quiser ir à Ilha Grande, não pegue um ônibus da Costa Verde, a menos que não queira trabalho para se locomover (certas pessoas quando viajam, são assim, ainda mais com algumas malas a mais). Vá cortando pelos meandros, dá muito certo, sem maiores problemas! Você gasta cerca de R$15 para ir contra os R$52 da Costa Verde. Com a diferença dá pra tomar sorvete! ;-)

Esse foi o caminho que fizemos. Fomos até Itaguaí, daí para Mangaratiba, daí para Ilha Grande. Porém, antes, uma pausa. Pernoitamos em Mangaratiba porque a Barca sai muito cedo e em apenas dois horários: 08h00 e 17h30. Ou seja, no fim das contas, fica a seu critério vir de Costa Verde ou não, dependendo de onde estiver vindo também. Eu confesso que ter pernoitado em Mangaratiba foi uma experiência magnífica.

Conhecemos a cidade em cerca de 1 hora. Sim. E andando. Tudo se encontra no centro, da prefeitura à câmara dos vereadores, a igreja, a escola, o hospital, o necrotério, o mercado, as pousadas e os pequenos restaurantes. Comemos um cachorro quente na praça central e ficamos curtindo o mar. Que estava sujo, infelizmente. Tomamos sorvete na orla e ficamos conversando.

O tempo passa muito lento enquanto você está nesses lugares. As pessoas vivem e sentem o tempo de outra forma. Essa percepção inicial apenas iria mais e mais se confirmar ao longo dos dias.










ps: caso não tenha ficado claro, as duas fotinhas acima são de Mangaratiba. Uma, com a vista da praia. A outra, de uma rua, perto do centro. Gracinha...

Nenhum comentário: