Capítulo final: Zoológico no Rio de Janeiro

Se você pensar em Rio de Janeiro, um dos lugares menos pensados pra passear é o Zoológico. E é por isso que eu estava lá: pra fazer os passeios que reúnam o mínimo possível de pessoas! rs

Quinta da Boa Vista, que fica em São Cristóvão, lugar lindo de se visitar. O parque abriga um Museu e extensa área verde que protege todo mundo do sol torrante carioca. Não deu tempo de ver tudo, óbvio, fica pra outro dia. Meu objetivo era ver os animais.

Minha última experiência em zoos foi em SP e há tanto tempo que eu nem me lembro mais. Apenas, sim, me lembro de duas coisas: não ter visto o serpentário (uma grande frustração minha!) e tudo ser muito grande demais. Ainda viria a descobrir, como se verá, que certas coisas nunca mudam mesmo...

O caminho até o zoo é meio longe, logo que você desce da estação de trem. Mas dá pra aproveitar a paisagem com um parque arborizado com árvores antiquíssimas! Fiquei imaginando quantos anos teriam aquelas árvores e coqueiros e, na minha ignorância, calculei uns 200 anos aproximadamente. Depois checando uns sites, vi que esse lugar existe desde a época de D. Pedro II!!! Ou seja... Nunca vi árvores tão antigas como no Rio de Janeiro!

Paralelamente, vocêm também pode observar o espaço que foi reservado para os animais que ficam em semiliberdade. Aqui postei a foto de um... cervo, eu acho. Também vi gatinhos lindos passeando no parque, sem nenhum medo dos transeuntes.

Minha má sorte foi ter pego o zoológico num dia de visitação escolar. Que terror foi aquele??? Crianças e mais crianças e infinitas crianças gritando "Gatinho, acorda, que eu vim de longe pra te ver." Total fail... mas fazer o que?

O serpentário é minúsculo e mal deu pra ver umas cobras amuadas em caixas tão pequenas que fiquei pensando se elas estariam minimamente confortáveis ali. 

A mesma sensação ficou com a parte das aves. Não entendo nada de ornitologia, mas definitivamente, os animais que mais admiro são aves e felinos. Adoro as aves, as suas cores, a sua delicadeza, a capacidade de voar.

De resto, este zoológico é pequeno, dá pra percorrê-lo inteiro em duas horas, olhando tudo com calma. No entanto, uma péssima impressão ficou: os bichinhos enjaulados. Nunca senti tanta aflição. Como disse meu amor, em determinado momento, parecia que sentíamos a tristeza deles. Pode parecer exagero ou sentimentalismo, mas fato é que não vou postar nenhuma foto de nenhum bichinho enjaulado. Porque vendo as fotos em casa, comprovei mesmo que seria impossível eles estarem felizes enjaulados, mesmo que a sobrevivência deles dependa dessa prisão.

Apesar disso, o passeio foi muito proveitoso e agradável. E posto aqui umas fotos de bichinhos ao ar livre. E a de passarinhos, que não sei a raça, provavelmente mãe e filhote, comendo. Pra quem quiser conhecer São Cristóvão e a Quinta da Boa Vista, taí a dica.



 




Nenhum comentário: