Isabella Taviani no Palco MPB

Pela primeira vez, fui assistir a um Palco MPB -- evento patrocinado pela rádio carioca MPB FM. Artistas apresentam-se gratuitamente ao público em algum espaço e quem quiser ver, pega senha gratuita ou concorre a ingressos pela própria rádio.

Não preciso dizer o quanto gostei do show. Fazia algum tempo (mais de dois meses, o que para uma fã é muita coisa!) que não via a querida IT. E, também, fazia algum tempo que não via minhas queridas amigas -- feitas com a unção e motivo cujo nome responde a Isabella Taviani. Ou seja, foi um dia único e especial para mim.

Pois, convenhamos: chegar na fila às 13h00 não é privilégio e paciência de muitos. Mas, lá estávamos: Karla Rosalino, Cristina Kok, Jeane Soares, a primeira leva a chegar. A segunda foi Deja, Maria Helena. As últimas foram Fafá Barbalho e Robertinha La Despistada.

Foi um dia frio! Aquela região, extremamente aberta e arborizada, trouxe ventos gélidos que eu não julguei capazes no Rio de Janeiro! Tava um frio digno de Avenida Paulista à noite! E eu, sem blusa, confesso que fiquei com unhas roxas.

No entanto, aquelas sete horas entre a chegada e o show passaram voando! Muita risada, muita piada, muita conversa sobre tudo e sobre todos. Eu sempre acho incrível como Isabella Taviani consegue reunir -- tão bem -- pessoas tão diferentes. E, olhando também as pessoas presentes na fila, dava para ver que sua música atinge todas as faixas etárias, todas as classes sociais. Todo mundo ali, que tinha acabado de sair do trabalho (ou fugido dele), que estava à toa, que estava simplesmente ali.

Durante o show, Renato Fonseca (teclados), Marco Vasconcelos (violão) e Isabella fizeram um show que me lembrou os acústicos nos Sesis, no ano passado. Versões ligeiramente alteradas das músicas que ela costuma cantar nos shows. Aproveitou para apresentar "Meu amor mineiro" -- canção inédita em que declara seu amor à Minas Gerais e tudo aquilo que seu estado produz. Palhinha a capela de "Sob Medida" (foi uma delícia ouvi-la ao vivo, só a voz da IT e da plateia). Repetecos em dose dupla de "Arranjo" e "Luxúria" (dá-lhe DTs!). 

Ainda tive o direito de dar uma entrevista para a própria MPB FM. Não sei quando e se vai ao ar, mas foi mega divertido responder "Por que vc está aqui hoje?", "O que é a cantora IT?", "O que a música dela tem que atrai seu público?". ORAS POIS! Meu amor à artista Isabella Taviani está aqui grafado a ferro e fogo neste blogue! Foi um prazer imenso poder publicá-lo de outra forma! Mesmo que não vá ao ar, obrigada MPB FM!

Como fiquei longe, não tenho fotos minhas, mas posto as fotos de Drika Landim que estão no site da rádio. A fotinha acima é crédito de Robertinha La Despistada.

Uma pena foi que IT não recebeu ninguém no camarim, nem as fãs veteranas para tirar suas milésimas fotos e seus milésimos autógrafos. Mas cada um ali saiu sorridente, feliz, satisfeito, alma lavada e energia renovada! Até o próximo.

3 comentários:

Sharlene disse...

hehehe... gostei do post e acho que a entrevista ficou ótima!
Bjssss

Fafá Barbalho disse...

é sempre uma festa os reencontros dos fãs nos shows da IT....
também saí de lá feliz, pelo show em si e por rever os amigos.

Crisão disse...

Sharleu: foi demais, nem te conto.
Fafá: um dia de encontro único com os amigos... assim eu resumo!!!