Um pouco de Astrologia: signos de terra

Nada como escrever um post depois de refletir bastante sobre um assunto. Com o trânsito da lua em câncer no meu mapa natal, e na casa 4, eu estava numa onda retrô-sentimental-saudosista-melancólica quase querendo cortar os pulsos mesmo! Não tenho nada contra ser canceriana, mas tem momentos em que é um verdadeiro teste saber lidar com as altas e baixas da maré que invade a lua...

Aliás, inspirada no post anterior e nos contínuos pedidos que recebo (uns com mais cara de pau, outros menos) para analisar mapas natais, resolvi fazer umas reflexões astrológicas sobre os signos do elemento terra. Sim... a velha e boa terra!

Desde que descobri que não tenho nenhuma terra (analisando meu próprio mapa), abri uma verdadeira cruzada para me cercar desse elemento tanto quanto pudesse. Aprendi muitas coisas nesse caminho... e já se vão muitos anos! Não sei se me tornei uma entendedora plena, mas posso me considerar aquela que sabe compreender bem as características peculiares a este elemento.

O elemento terra é o da germinação, da gestação e o dos planos a longo prazo. Eles não têm pressa. Demoram o tempo que for, desde que seja perfeitamente bem-feito! Claro, a perfeição é uma utopia, mas não para os signos do elemento terra. Quer dizer, alguém precisa explicar para eles que por mais que eles pensem que alcançaram a perfeição (até), ela não existe nem se tivesse de existir... rs.

Taurinos, virginianos e capricornianos são, na minha pessoal opinião, os melhores signos para uma amizade duradoura e longeva. Porém, ao contrário dos signos de água que precisam do estar constante, para as pessoas de terra podem se passar anos que o reencontro será sempre com a mesma lealdade que foi alcançada. E, nesse reencontro, será colocado mais um bloquinho para uma amizade ainda mais fortalecida. Eles nunca vão te deixar na mão. Eles nunca darão metade.

Não há efusividade, não há sentimentos transbordando e não há fogos de artifício quando você vai lidar ou esperar algo de uma pessoa de terra. Ao contrário, eles são muito chatos! Diria que são os campeões em chatice! Rabugentos, resmungões, calados, soturnos -- uns mais, outros menos. Têm extrema dificuldade de demonstrar sentimentos, preferem a praticidade de um ato a ter de demonstrar o que sente, com um abraço, por exemplo.

Eu diria que essa "frieza" horrorosa vinda dos signos de terra é mais forte em virgem e capricórnio (que também recebem a má fama de serem os psicopatas da vida... haha). Mas o que é preciso entender com eles é o seguinte: tudo que parecer efêmero, é descartado. Fogo de palha não tem nada a ver com eles. Por isso, tenha MUITA PACIÊNCIA quando receber uma patada de um virgem ou capricórnio. Aqueles com menos autoconhecimento de si próprios serão mais grossos ainda. Se você souber entendê-los, saberá que é apenas uma falta de tato, não falta de caráter.

Mas como sempre afirmo, NUNCA GENERALIZE. Não somos apenas o signo solar e reduzir uma interpretação a apenas isso é ignorância. Conheci vários capricórnios dotados de uma doçura indescritível. Tudo bem, uma delas tem ascendente em câncer... haha. Também conheci alguns virgens tão docemente prestativos... Minha melhor amiga de alma e de vida é uma virginiana (EXPERT em signos de água, então, digamos que nos complementamos até nisso! haha) assim, é tudo questão de saber olhar e como observar. Touro, nesse caso, é o mais afável de todos. Taurinos se dão maravilhosamente bem com cancerianos e librianos, interessante, não é? Mas, também, não abuse da paciência taurina. Porque quando eles se irritam, quebram (LITERALMENTE) e descontam toda a raiva guardada!

Para encerrar, digo que eu (por que será?... eu sei!) atraio DEMAIS pessoas do signo de terra para perto de mim. É uma atração fatal, mesmo! (gargalhadas) Tem sido ao longo de tantos anos... e eu ainda me surpreendo quando vejo um signo de terra batendo na porta. Mesmo não convivendo muito com as pessoas fisicamente todos os dias, isso não impediu que algumas pessoas desde o ano passado comprovassem a astrologia em prática (e também um pouco de darma, porque não?!). 

Oremos aos deuses para que a inspiração não me falte. Próximos capítulos com os outros elementos: fogo, água e ar.

Um comentário:

Gabi disse...

Adorei, Crisântemus. Outra coisa comum nos signos de terra é essa predisposição fortíssima à melancolia. Typical me!

Beijão.