Grilos!

A despeito do trocadilho feito pela queridona da Fafá Barbalho, estes são grilos mesmo! [Grilo (do latim grillus) é designação comum dos insetos ortópteros, subordem ensifera, que constituem a família dos gryllidae ou grilídeos, que possuem, além de longas antenas filisiformes, órgãos auditivos para perceber os sons que produzem com possantes estriduladores situados nas suas asas anteriores.O peso deste varia entre 15 gramas. Fonte: Wikipédia].


Gabitchs voltou de viagem e compartilhou gentilmente petiscos de grilo comigo, sabor limão. Adoro o exótico, mesmo sendo 90% vegetariana, fiquei curiosa. Ainda mais depois que a irmã de uma outra amiga viajou para a China e experimentou escorpiões no espeto. De acordo com essa mesma amiga, o futuro da humanidade, quando não restar mais carne vermelha disponível, terá de comer insetos. Concordo com ela.

No entanto, enquanto não precisamos comer insetos para sobreviver, podemos experimentar, certo? Os bichinhos aí da foto embora me causassem um certo pânico inicial, foram gostosinhos de comer. Crocantes, azedinhos (por causa do sabor de limão) e salgados. Gosto? Parecia gosto de folha seca, meio chá. Esperava um certo sabor de camarão... talvez os escorpiões tenham. Talvez, formigas. Excelente fonte de proteína e queratina, quer mais?
Grilos aprovados! Esperando a próxima iguaria incomum... quem me oferece? :)

Um comentário:

Cristina Kok disse...

Desculpa, esse teu post me deixou p... da vida.
Quando não mais houver carne vermelha disponível, os insetos já terão tomado conta e a humanidade, como a conhecemos, já se terá ido, tanto quanto os entendidos em culinária exótica.

Quem come grilos (cujo cricrilar me encanta), independente do "sabor limão" está mostrar sua real natureza: Na falta de ser humano, as invenções sobre o vazio, cobrem a fome de ser gente.