Por um instante

Por um momento, se eu fechar os olhos, serei capaz de ver... a vida que tive, os sonhos que sonhei, o mundo que vivi. Tudo fez parte de um mundo em que eu não tinha medo e as coisas todas existiam por existir. Sem angústia, sem dores, sem temores. Faz tempo. Quanto tempo?

E o outono chegou para valer... trazendo cores diferentes às árvores, temperaturas mais frias, tardes mais amenas... um sol morno na hora certa. E neste sábado chuvoso e nublados que meus olhos contemplam, quero, por um instante, voltar a esse tempo que não volta mais. Quero voltar a sentir aqueles sentimentos que me invadiam fortes, me dominavam e me deixavam tão tranquila por eu ser quem eu sempre fui.

Nenhum comentário: